Diretórios do PT manifestam repúdio a condenação de Lula

img_1961-780x440Em notas públicas, diretórios destacam a completa ausência de provas na decisão do juiz Sérgio Moro e convocaram militância para defender Lula

Dirigentes petistas, diretórios estaduais e municipais do PT de todo País manifestaram repúdio à decisão do juiz Sérgio Moro, divulgado nesta quarta-feira (12), de condenar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a nove anos e meio de prisão.

Em notas públicas, os presidentes de diretórios destacam a completa ausência de provas, configurando a condenação em um ato deperseguição política, com a finalidade de impedirLula de participar de qualquer processo eleitoral.

Os diretórios locais do Partido dos Trabalhadores ainda prestaram solidariedade ao ex-presidente, e convocaram a militância a defender Lula, a democracia e a justiça para todos sem parcialidade.

Confira as manifestações abaixo:

PT do Paraná

Não é justiça, mas justiçamento!

A condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo juiz Sérgio Moro na data de hoje, SEM PROVAS, configura um ato de perseguição política, com a finalidade de tirá-lo de qualquer processo eleitoral.

A Lava Jato veio para isso: contribuir para o estado de exceção em que nos encontramos, para o impeachment da Presidenta Dilma Rousseff, legítima e democraticamente eleita, para a retirada de direitos da população e para perseguir o companheiro Lula, que por seu governo, trajetória, lutas e conquistas, representa a esperança do povo brasileiro.

Tanto é assim que a própria Polícia Federal anunciou recentemente que houve recuo nessa operação. Claramente esse recuo se deu quando as denúncias e investigações começaram a apontar para partidos da base do governo, tucanos, para o próprio presidente ilegítimo, Michel Temer, e seus aliados no golpe de estado.

O que o juiz Sérgio Moro está fazendo com Lula não é justiça, mas justiçamento!

A militância do Partido dos Trabalhadores (PT), as forças de esquerda, os movimentos sociais e todo o povo que luta e que acredita na justiça social e na soberania popular precisam manifestar sua indignação e protestar contra essa condenação política, sem provas e sem lastro na verdade e no interesse público.

Todo apoio ao companheiro Lula!

Curitiba-PR, 12 de julho de 2017

Doutor Rosinha
Presidente do PT do Paraná

PT Goiás

É pelo Lula.
É pela Democracia.

O Brasil que queremos para os brasileiros e brasileiras não é o que o golpe nos trouxe. A Lava Jato é apenas um de seus instrumentos para enfraquecer a democracia e interromper o ciclo virtuoso de políticas sociais implantadas pelo Partido dos Trabalhadores. O Lula não está sendo julgado por crimes, mas pelo governo exitoso que realizou e mudou para melhor a vida do povo brasileiro.

Essa decisão do juiz Moro deve ser derrubada em segunda instância, posto que se baseou em evidências e não conseguiu se amparar em provas, mostrando sua vertente política para inviabilizar o presidente Lula para as eleições de 2018.

Cabe agora as instâncias superiores fazer valer os princípios jurídicos e mostrar que ainda estamos numa democracia.

Com a nossa militância e os movimentos populares, vamos resistir e manifestar nossa indignação. Não vão conseguir impedir a retomada do nosso projeto para o Brasil. Será Lula de novo com a força do povo!

Goiânia, 12 de julho de 2017.

Kátia Maria
Presidenta PT/GO

PT Aracaju (SE)

MEXEU COM LULA, MEXEU COM O POVO BRASILEIRO!

A perseguição ao ex-presidente Lula está tomando um desfecho que já esperávamos. Baseada apenas em hipóteses, induções e suposições, não tem outra intenção senão a de disputar protagonismo nesse momento delicado de crise política no Brasil.

Apesar da completa ausência de provas ou mesmo de um conjunto de evidências minimamente consistentes, o juiz PARCIAL Sérgio Moro condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 9 anos e meio de prisão. Existem e foram apresentadas várias provas da inocência de Lula; nem mesmo todas as declarações de inúmeros jurisconsultos afirmando que, com a completa ausência de provas, a condenação seria absurda.

A condenação do maior presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva pelo juiz PARCIAL Sérgio Moro na data de hoje, SEM PROVAS, configura um ato de perseguição política, com a finalidade de tirá-lo de qualquer processo eleitoral. O juiz PARCIAL Moro condenou Lula para impedir a sua candidatura em 2018 e resgatar a dignidade do povo brasileiro. A condenação veio para contribuir para o estado de exceção em que nos encontramos e para perseguir o companheiro Lula, que por seu governo, trajetória, lutas e conquistas, representa a esperança do povo brasileiro.

Lula é um patrimônio do povo brasileiro, um ícone de nossa história nacional e será defendido com garra. Defender Lula é o compromisso com o Estado Democrático de Direito, com a Defesa da Soberania brasileira e todos direitos conquistados. A militância do Partido dos Trabalhadores (PT), os movimentos sociais, os artistas, intelectuais, trabalhadores e todo o povo que luta e que acredita na justiça social e querem resgatar a dignidade do nosso País precisam manifestar sua indignação e protestar contra essa condenação política, sem provas e sem lastro na verdade e no interesse público.

O que o juiz PARCIAL Sérgio Moro está fazendo com Lula não é justiça, mas JUSTIÇAMENTO!
Eleição de 2018 sem Lula é Fraude!

Todo apoio ao companheiro Lula
Somos Todos Lula!

Aracaju,-SE, 12 de Julho de 2017
Jefferson Lima
Presidente do PT – Aracaju

PT Acre

NOTA DO PRESIDENTE DO DIRETÓRIO REGIONAL DO PARTIDO DOS TRABALHADORES NO ACRE

Sobre a sentença proferida nos autos da AÇÃO PENAL Nº 5046512-94.2016.4.04.7000/PR, em desfavor do ex-Presidente Lula, tenho a declararam que:

O suposto conjunto probatório, bem como os argumentos e razões de decidir, trazidos na sentença pelo Magistrado, são frágeis. Não se sustentam em segunda instância.

Chama a atenção o fato da sentença ser prolatada no dia seguinte a aprovação, pelo Senado, da reforma trabalhista, levando-nos a crer que se trata de parte de uma estratégia de retirar o foco da opinião pública que, até então, estava voltado para as manobras e acordos espúrios encetados pela Presidência da República, junto a sua base de sustentação no Senado e na Câmara, quer seja para aprovar a reforma trabalhista, quer seja para impedir o prosseguimento da denúncia em desfavor do Presidente da República.

Lembremos que o mesmo Juiz Federal absolveu a esposa de Eduardo Cunha, Cláudia Cruz, e a esposa de Sérgio Cabral, contra quem havia provas bem mais robustas e consistentes quanto à prática de corrupção.

Vejo, portanto, um tratamento desigual, dois pesos e duas medidas, o que caracteriza a utilização do aparato judicial para fins de perseguição política.

O Magistrado em questão não reúne mais as condições de isenção e imparcialidade para julgar casos envolvendo o ex-presidente Lula. Deveria, isso sim, se declarar suspeito ou impedido, nos termos da Lei.

Rio Branco-AC, 12 de julho de 2017.

Deputado Estadual DANIEL ZEN
Presidente do Diretório Regional do PT/AC

PT Ceará:

A condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo juiz Sérgio Moro, nesta data de hoje, é nada mais que a continuação do golpe. Primeiro tiraram nossa presidenta Dilma eleita democraticamente, em seguida, nos tiram os nossos direitos, um a um, agora condenam o nosso companheiro Lula SEM PROVAS.

É visível a perseguição política ao Lula com o objetivo único de tirá-lo da disputa eleitoral em 2018. Ele que lidera todas as pesquisas é mais uma vez alvo deste justiçamento realizado pela operação lava-jato que condena de forma arbitrária apenas integrantes de um único partido.

A militância do Partido dos Trabalhadores do Ceará, as forças de esquerda, os movimentos sociais, as entidades e todo o povo de luta que acredita na justiça social e na soberania popular irá as ruas protestar contra essa condenação política, sem provas.

Desejamos toda força ao companheiro Lula e reafirmamos que não vamos nos calar!

#LulaInocente

Fortaleza-CE, 12 de julho de 2017

De Assis Diniz
Presidente do PT Ceará

PT Minas Gerais

NOTA OFICIAL

É com profunda indignação que o PT de Minas recebe a notícia da condenação em 1ª instância do Presidente Lula. A partir de uma denúncia inepta, sem a apresentação de qualquer prova concreta por parte dos acusadores, resta claro que se trata de um julgamento de caráter estritamente político numa tentativa de inviabilizar a candidatura de Lula em 2018.

Incapaz de disputarem nas urnas a escolha de um projeto político para a nação, o banditismo e o conservadorismo político se uniram de maneira perversa para atender aos interesses do grande capital e do mercado financeiro.

A condenação, ocorrida um dia após a aprovação no Senado de uma reforma trabalhista redigida de forma a subtrair brutalmente os direitos conquistados a partir da luta histórica dos trabalhadores e trabalhadoras brasileiros, demonstra o total desinteresse com a preservação do regime democrático por parte de grupos políticos que fazem oposição ao projeto político do Partido dos Trabalhadores. De forma acelerada, vemos o estado de direito sendo solapado a cada dia, com a anuência de uma mídia instrumentalizada.

É inaceitável a falta de escrúpulos dessas nefastas figuras que estão entregando novamente o nosso país a um cenário de desemprego, miséria e com a população cada vez mais insegura quanto a garantia de seus direitos. Mais grave ainda é percebermos que esse é justamente o grupo que opera nos bastidores de forma a preservar seus privilégios e desmandos, sem qualquer compromisso com a ética que se espera de agentes públicos, apenas com seus interesses particulares.

Diante desse cenário tenebroso não vamos nos acovardar! Em Minas Gerais e em todo o Brasil, todos os trabalhadores e trabalhadoras seguirão vigilantes e atuantes na luta pela preservação do estado democrático de direito. O povo irá se mobilizar nas ruas em defesa do presidente Lula.

Diretório do PT em Minas, bancada do PT na Assembleia Legislativa de Minas Gerais e bancada do PT na Câmara dos Deputados

PT Distrito Federal

Nota do PT-DF sobre a sentença contra Lula

Indignação.
Essa é a palavra que melhor expressa o sentimento de injustiça praticada pelo juiz Sérgio Moro ao condenar Lula a 9 anos e 6 meses de prisão, sem uma prova sequer contra o ex-presidente.

A sentença de Moro, que a todo tempo agiu com extrema parcialidade, não é surpresa para ninguém. Em completa inversão do processo penal, Moro nunca escondeu suas convicções de que Lula era culpado, não importando a ausência de provas dos acusadores ou mesmo as contraprovas apresentadas pela defesa. Trata-se de uma condenação eminentemente política e, por isso, absurda.

Tal sentença é mais um capítulo do golpe em curso em nosso País e tem o único objetivo de tornar Lula inelegível. Não estamos falando de uma decisão jurídica, mas de um ato político para influenciar o xadrez eleitoral de 2018.
Com a certeza da inocência de Lula, conclamamos todas as forças políticas democráticas do Brasil a se manifestar contra o Estado de exceção e em defesa do Estado Democrático de Direito.

Lula é o maior líder popular da história brasileira. Defender seu legado e sua trajetória política é defender as lutas democráticas por um Brasil mais justo e soberano.

Partido dos Trabalhadores do Distrito Federal

PT Maranhão

NOTA DO PRESIDENTE DO PT/MA EM FACE DE CONDENAÇÃO DE MORO AO PRESIDENTE LULA

O Presidente do PT/MA vem a público manifestar sua indignação contra a decisão política do juiz Moro em condenar, sem provas, o presidente Lula, em uma atitude absolutamente parcial e com o claro objetivo de retirar a maior liderança popular do Brasil do processo eleitoral de 2018.

Por conseguinte ratifica sua plena e irrestrita confiança na inocência do Presidente Lula, alvo de perseguição continuada de setores do judiciário/ MPF que tentam criminalizar as políticas exitosas dos governos do PT.

Por fim, convoca-se e orienta-se a todos os diretórios municipais e dirigentes partidários para realizarem, em conjunto com os partidos populares e os movimentos sociais, atividades e manifestações em defesa do presidente Lula e em defesa da democracia, bem como convoca aos atuais dirigentes estaduais a participarem da Plenária da Frente Brasil Popular que se realizará hoje, 12/07/2017, às 18h, na sede da CUT.

Contra a criminalização do presidente Lula, resistir sempre!

Augusto Cesar Bastos Lobato
Presidente Estadual do PT – MA.

PT de São Luís (MA)

NOTA DE SOLIDARIEDADE AO EX-PRESIDENTE LULA

É com profunda indignação que, por meio da imprensa, que tomamos conhecimento da sentença anunciada pelo juiz Sérgio Moro, condenando o ex-presidente Lula a nove anos e meio de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, referentes ao caso do tríplex do Guarujá.

Como militante, vereador de São Luís e Presidente do nosso partido, e representando o sentimento dos filiados do Partido dos Trabalhadores da cidade de São Luís expresso aqui minha solidariedade ao nosso ex-presidente, pois se tratara de uma condenação infundada, totalmente desprovida de provas, uma vez que nenhum ato ilícito por parte do nosso ex-presidente foi identificado nas auditorias repassadas à Justiça. No mês de junho, as alegações finais do processo foram apresentadas pela defesa de Lula. Documentos inéditos sustentam que OAS não tinha direitos para repassar o tríplex a Lula.

Nossa solidariedade ao presidente Lula, condenado por um juiz que, constantemente, abusa dos seus poderes, um juiz apaixonado por si mesmo e pela mídia que lhe corresponde. Um juiz que, por meio dessa sentença, acaba de ratificar o estado de exceção que o nosso país vive. Está mais do que claro que nossos direitos e garantias constitucionais estão sob ameaça, ou melhor, estão sendo, descaradamente, violados por um Estado cada vez mais autoritário.

Expresso, portanto, minha solidariedade ao ex-presidente, mas ciente de que este ataque não é contra Lula. Este ataque é contra tudo que o nosso presidente representa e ainda pode representar ao nosso país. Está claro que este ataque é uma tentativa de impossibilitar que Lula seja candidato a presidência da república em 2018. Este ataque é uma clara demonstração da luta de classes no Brasil.

Este ataque é um daqueles que se indignam com fato de ter sido durante este governo que mais de 22 milhões de empregos formais foram gerados, aliás, a menor taxa de desemprego de todos os tempos. Foi nesse governo que se registrou um aumento real de 74% no valor do salário mínimo e a ascensão de 48,7 milhões de pessoas às classes A, B e C.

A história deste país nunca antes registrou conquistas tão significativas para a classe trabalhadora brasileira. O trabalhador que hoje está prestes a ter seus direitos usurpados por esta reforma trabalhista, que só interessa à elite, aos grandes empresários, os financiadores de todo esse caos.

Nosso cenário é caótico, meus caros: um Executivo golpista, usurpador e ilegítimo; um Legislativo que em grande número não representa a vontade popular e um juiz que não esta em condições de ser minimamente justo. Diante disso, nossa solidariedade ao Presidente Lula, nosso repúdio a esse “juiz” e nossa conclamação ao povo ludovicense e a militância petista para lutar pela democracia e justiça. Vamos a Luta!

Contra o Estado de Exceção!
Contra todo autoritarismo!
Contra a destituição dos direitos da classe trabalhadora!

Honorato Fernandes
Presidente do PT de São Luís (MA)

PT Rio Grande do Sul

Nota

O Juiz Sérgio Moro, como se esperava, condenou, em sentença, o Presidente Luis Inácio Lula da Silva.
As alegações da sentença não se baseiam em provas porque elas não foram apresentadas pela acusação e no curso do processo, Lula, ao contrário, demonstrou cabalmente sua inocência.

A decisão publicada no dia de hoje quando se inicia o processo de acatamento ou não da denúncia contra Michel Temer por parte da Câmara Federal, por corrupção, mais uma vez demonstra a ação de determinados agentes do Estado em colaboração com o golpe que se processou no Brasil para derrubar a legítima presidenta Dilma e ascender ao governo aqueles que querem “estancar a sangria” e retirar direitos do povo.

Não à toa, na sentença, o titular da vara de Curitiba demonstra repulsa pessoal ao ex-presidente e sua defesa, em contrário a sua proximidade com Aécio Neves e Michel Temer explicitada em encontros cheios de gentilezas, sorrisos e afagos.
Lula é vítima de justiçamento e foi condenado sem a observância do que determina a Constituição, a Lei processual penal, o código penal e as Leis criminais especiais que foram usadas para lhe impor a pena.

Em razão disto, espera-se que o Tribunal Regional Federal da 4ª Região – TRF4, em recurso que será apresentado, restabeleça a justiça e absolva Lula.

Conclamamos a militância do PT, dos movimentos sociais, das forças democráticas e da população em geral, a ficarem atentos e participarem de atos e vigílias públicas em defesa e solidariedade ao presidente Lula.

Porto Alegre, 12 de julho de 2017.

Executiva Estadual PTRS
Pepe Vargas
Presidente PT-RS

PT São Paulo

Nota da Direção Estadual de São Paulo do Partido dos Trabalhadores

A sentença expedida pelo juiz Sergio Moro em que condena o ex-presidente Lula é recebida com indignação e vamos denunciar o caráter político dessa condenação e de todo esse processo que foi feito através da mídia ao buscar apoio popular ao invés de apontar provas. Uma decisão frágil e de caráter político, reforçando a tese de perseguição, ainda no cenário atual em que Lula tem preferência nas intenções de voto, claramente uma condenação com o intuito de tirá-lo da disputa eleitoral.

O juiz Moro age como um agente partidário que busca holofotes para angariar o apoio popular. Mas acreditamos que a justiça ainda pode corrigir essa arbitrariedade que fere profundamente o estado democrático de direito.

O ex-presidente Lula é vítima de uma campanha de difamação que visa tirar o seu direito de concorrer às próximas eleições, o que seria uma fraude. Uma campanha sórdida que se intensifica a cada pesquisa eleitoral que confirma sua liderança.

Nós, da direção estadual do Partido dos Trabalhadores, continuaremos denunciando essas arbitrariedades e convocamos a militância e parlamentares a se manifestarem. O ex-presidente Lula dedicou sua vida na construção de um País com mais justiça e menos desigualdade. E é por isso que ele conta com o nosso apoio e com a confiança de milhões de brasileiros.

12 de julho de 2017

Direção Estadual de São Paulo do PT

O Presidente Estadual do PT São Paulo, Luiz Marinho, fala ao vivo do ato em defesa de Lula inocente:

PT Rondônia

NOTA DO PARTIDO DOS TRABALHADORES – RONDÔNIA

SE NÃO HOUVER JUSTIÇA, NÃO HAVERÁ PAZ!

Estamos diante de um processo ilegal, ilegítimo e golpista promovido por setores da mais baixa camada política, da mídia, do judiciário, do grande capital que estão saqueando os projetos sociais populares, desconstruindo direitos adquiridos, desmoronando a democracia, acabando com o setor público e com o Brasil, para dar vazão aos interesses mesquinhos e descompromissados da grande elite internacional!

Não bastasse o golpe contra uma Presidenta eleita, DILMA ROUSSEFF, que promoveu uma crise econômica de fachada no Brasil, articulou um congresso corrupto e viabilizou TEMER no comando do país, agora considerado o primeiro presidente denunciado por corrupção, e um projeto que não foi eleito por 54 milhões de votos, está caindo por terra tudo o que foi conquistado arduamente pela classe trabalhadora.

Na sequência deste projeto de destruição, com a farsa de uma operação comandada por um agente tendencioso e parcial do judiciário, o Juiz Sergio Moro, no cumprimento de seus propósitos à frente da Operação Lava Jato, cujos objetivos já é de conhecimento de todo povo brasileiro, HOJE emitiu sentença condenatória àquele que é reconhecidamente pelo povo brasileiro e pelo mundo, como a maior liderança política de nosso país, LULA!

É evidente que esta ação ainda faz parte da agenda política do Golpe de Estado no Brasil. Querem barrar nossos sonhos!

O que representa Lula neste contexto? É a expressão da nossa utopia, dos nossos sonhos, convertida em realidade ao longo dos anos que Lula e o PT estiveram à frente do Governo Brasileiro.

A partir de uma denúncia inepta, sem a apresentação de qualquer prova concreta por parte dos acusadores, resta claro que se trata de um julgamento de caráter estritamente político numa tentativa de inviabilizar a candidatura de Lula em 2018 e acabar com a esquerda brasileira. Todos lembram que mesmo as testemunhas arroladas pelo Ministério Público inocentaram o ex-presidente Lula.

A perseguição ao ex-presidente está tomando um desfecho que já esperávamos, pois o golpe como planejado, não está sendo suficiente para destruí-lo e também ao PT. Após cada decisão jurídico-midiática, as pesquisas mostram que o povo não é bobo e Lula continua crescendo na aceitação popular.

Lula é patrimônio de nosso povo e deve ser defendido com garra por todos nós. Defender Lula é defender o Brasil. É defender a democracia. É defender os direitos dos trabalhadores!

Reagiremos, lutaremos sempre!  Para resgatar as esperanças do povo brasileiro!

É o que deve fazer cada petista cotidianamente na sua militância, nos parlamentos, nas prefeituras, nos sindicatos, nos movimentos sociais!  Em todas as instâncias, em todos os foros, no Brasil e no mundo, deverá ser denunciada essa escandalosa injustiça e o golpe contra a classe trabalhadora.

Tentar tornar Lula inelegível é transformar as próximas eleições brasileiras em uma gigantesca farsa.

MEXEU COM LULA MEXEU COM A CLASSE TRABALHADORA!

Lula 2018!  SOMOS TODOS LULA!

PT Natal e PT Rio Grande do Norte

A condenação de Lula em primeira instância: mais um lance do golpe contra a democracia!

Não há provas contra Lula e ele foi condenado. A decisão vinda da República de Curitiba nos indigna, mas não surpreende.

Querem condenar Lula porque ele desponta como principal adversário daqueles que devolveram o Brasil ao mapa da fome, que precarizaram as relações de trabalho e fizeram crescer o desemprego, dos que aprovaram o congelamento dos investimentos sociais pelos próximos 20 anos e que querem acabar com o direito a aposentadoria.

Os que defendem o desmonte do Estado não têm projeto ou candidato para derrotar Lula em eleições diretas, por isso querem prendê-lo ou torná-lo inelegível. A caçada contra Lula é, na verdade, uma caçada contra o povo trabalhador.

Não aceitaremos a condenação injusta de Lula, não aceitaremos solução sem voto e a troca de um golpista por outro em eleições indiretas.

Defender Lula é defender a democracia, a soberania do voto popular e uma justiça verdadeira, que condene a partir de provas e não de convicções ou preferências ideológicas.

Convocamos toda a militância Petista a seguir o exemplo das senadoras de esquerda que bravamente lutaram para barrar a reforma trabalhista. Vamos às ruas, hoje, dia 13, às 13h, na praça dos três poderes, em defesa de Lula, dos direitos conquistados e da democracia!

O juiz de Curitiba não nos amedronta!
Temos convicção e provas de que o melhor para o país são eleições Diretas Já!

Raoni Fernandes – presidente do PT Natal

Júnior Souto – presidente do PT RN

 

Comentários

Comentário