Curionópolis receberá Caravana Pro Paz

d1a67db0-5217-4b96-ba5f-1bdf4c8a464aAgora será a vez de Curionópolis receber a Caravana Pro Paz que contemplará a população com diversos serviços médicos e de cidadania como emissão de carteira de identidade, CPF, carteira de trabalho, documento com nome social, identidade jovem, emissão de certidões de nascimento e atendimentos jurídicos.

Ato que ocorrerá no dia 19, no Distrito Serra Pelada, no Ginásio Poliesportivo, há 50 km da sede do Município, Curionópolis; e no dia 20 e 21 será em Curionópolis, na Escola José Rodrigues.

Nos três dias, serão emitidos 450 CPF’s, 600 Carteiras de Trabalho, 600 RG’s, além de identidades sociais e Identidade Jovem em quantidade ilimitada.

A programação foi detalhada na manhã de hoje, 7, segunda-feira, no gabinete do prefeito Adonei Aguiar, quando reunido com o presidente do Pro Paz, Jorge Bitencourt, a Secretária Municipal de Assistência Social, Verônica Rabelo, o Secretário Municipal de Administração, Sérgio Ramos definiu-se a parceria. “Curionópolis está no grupo de Municípios sustentáveis, motivo da prioridade para que receba o benefício”, afirmou Jorge Bitencourt, falando também do Seminário que ocorrerá nos dia 19, 20 e 21 de tebembro, quando haverá palestras a respeito de bulling e situações que leva os jovens a degradar a auto estima e até cometer suicídio.

A Caravana Pro Paz tem total apoio da Prefeitura Municipal de Curionópolis que dará suporte logístico para a realização do evento. “Sempre apoio ações que beneficiem a população menos favorecida. Esta ação vem de encontro com as necessidades de tantos que carecem de atendimentos de saúde e cidadania”, exclarece Adonei Aguiar.

O Pro Paz Cidadania surgiu em 2011 para atender populações vulneráveis com serviços de emisão de documentos, assistência jurídica e de saúde que estão em falta nos municípios. O projeto funciona através de parcerias entre secretarias estaduais, prefeituras e organizações não governamentais. Entre junho e julho de 2017 o Pro Paz Cidadania visitou 16 municípios do nordeste do Pará.

(Texto: Francesco Costa. Com fotos de Anderson Souza)

 

Comentários

Comentário