Coutinho concede entrevista coletiva e fala dos planos para realinhar a saúde no Município

Nepostismo, super salários, regionalização do HGP e demais deficiências na saúde, foram assuntos detalhados na coletiva de imprensa concedia agora a pouco pelo recém empossado Secretário Municipal de Saúde de Parauapebas, José das Dores Couto, o Coutinho.
Empossado na segunda-feira, 18, Coutinho reconhece ter pela frente um grande desafio e que muitos problemas, ainda não detectados, virão à tona. “Por isto convidei esta equipe técnica, pois conheço o potencial de cada um; sei que muito me ajudarão sempre que precisar”, reconhece Coutinho, nesta quinta-feira, 21, quando acompanhado de sua equipe, concedeu entrevista coletiva à imprensa local.
Sobre a regionalização do HGP – Hospital Geral de Parauapebas, que se dará com a implantação do Consórcio Interfederativo de Saúde da Região de Carajás (CIS Carajás), Coutinho reconhece que isso se dará a longo prazo e dependerá do governo do estado, dos prefeitos e das câmaras dos municípios envolvidos”, detalhou Coutinho, dando como algo de muita discussão política já que na atual situação econômica destinar qualquer percentual para manter a parceria no consórcio representa muito.
Alvo de críticas e debates, tendo inclusive sido submetido à intervenção do MP – Ministério Público, o nepotismo que permite a contração dos “apadrinhados” ou parentes de vereadores ou outros agentes públicos com mandatos diversos, deverá ser combatido pelo novo secretário de saúde, que diz já estar fazendo levantamento e qualquer indício de ocorrência como esta será o servidor afastado da função.
Os altos salários de servidores da saúde, qualificado como ‘sangria dos recursos da saúde pública’ é outro ponto de escândalo na saúde pública em Parauapebas nos últimos meses. Porém, Coutinho conta que já está se fazendo estudos para corrigir. “Mesmo com as resistências que, certamente, encontraremos combateremos este mal”, garante Coutinho, dizendo não ter nada contra que as pessoas sejam bem remuneradas, mas cada profissional receberá de acordo com o trabalho feito.
Sua equipe foi apresentada à imprensa e, segundo Coutinho, é esta que o auxiliará nas dificuldades que enfrentará; e planeja que, aos poucos, irá detectar as deficiências e vícios e, dentro do prazo possível, resolver cada uma delas.

(Francesco Costa)

Chocolate

Comentários

Comentário