Enem 2017- dicas para a redação!

O OUTRO LADO DA REDE! UM BOM TEMA PARA A REDAÇÃO DO ENEM!

O paradoxo da modernidade. As redes sociais aproximam quem está distante e distancia quem está perto. Uma aproximação perigosa e um distanciamento prejudicial.

Em 2011 as redes sociais foram tema do Enem. Mas era outra época. Os usuários estavam ávidos pela novidade, todos criam que seria um avanço para a humanidade. E foi. Mas poucos esperavam que seria um desastre para a convivência humana, uma mídia poderosa para propagar as diferenças, incentivar o ódio, disseminar a barbárie, a discriminação. Enquanto as empresas se unem num aplicativo de conversas por texto, áudio e vídeo, as pessoas se ligam nas mensagens virtuais e se desligam das conversas pessoais, do toque sinestésico e gostoso no contato com o outro. Basta olhar para o lado para ver as pessoas com as cabeças curvadas para baixo, atentas aos smartphones, desatentas às coisas boas que as cercam, ao olhar suplicante dos poucos que ainda valorizam o olho no olho, o afago de um sorriso, a doçura de uma palavra de carinho.

Por isto ser um bom tema para o Enem 2017. As conferências empresariais feitas via vídeo conferência dinamizam e barateiam os negócios e, por incrível que possa ser, geram mais lucros aos empresários. Os países que possuem provedores de internet lentos, ficam para trás nas relações comerciais. É possível usar o Whatsapp para intimar judicialmente um demandado, auxiliar numa situação de perigo, fazer uma cirurgia médica. Só falta o teletransporte!

Alguns professores apostam na DOAÇÃO DE ÓRGÃOS como tema para a redação deste ano ou mesmo a obesidade. Ano passado (2016) trabalhei a questão da intolerância religiosa com meus alunos e foi o tema que caiu no Enem. Foi um golpe de sorte. Não creio que voltarei a acertar tão cedo. Mas tenho alguns palpites. Vejamos os últimos 10 temas:

2016 Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil

2015 A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira

2014 Publicidade infantil em questão no Brasil

2013 Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil

2012 Movimento imigratório para o Brasil no século 21

2011 Viver em rede no século 21: os limites entre o público e o privado

2010 O trabalho na construção da dignidade humana

2009 O indivíduo frente à ética nacional

2008 Como preservar a floresta Amazônica: suspender imediatamente o desmatamento; dar incentivo financeiros a proprietários que deixarem de desmatar; ou aumentar a fiscalização e aplicar multas a quem desmatar

2007 O desafio de se conviver com as diferenças

Percebam que os temas estão ligados a algum fato que se destacou na mídia no ano anterior ou no início do ano da redação. Eu arrisco palpitar em 4 temas: “Redes sociais: como conviver com elas sem perder a humanidade”, “A

crise econômica que abalou o mundo”, “O desafio da diversidade de gêneros, ser ou não ser?”, “A educação em crise no Brasil. Como combater o declínio na qualidade do ensino/aprendizado?”

Lembrando que temas como “Preconceito linguístico”, “Suicídio, baleia azul”, “Refugiados”, “Notícias falsas”, estão ligados às redes sociais.

Minha sugestão é que o aluno olhe para o mundo dele. A solução para o problema pode estar na casa em que mora, na rua ou no bairro que reside. Se for falar em crise econômica, cite o fato de o vizinho não ter trocado de carro, da própria família não sair com frequência para jantar fora, do fechamento dos mercadinhos ou mesmo de supermercados na cidade. Se for falar da qualidade da educação, fale da sua escola, da média alcançada pelos colegas, da posição do seu estado no ranking do IDEB e do ENEM.

A introdução é a sua tese, é aquilo sobre o que você vai escrever nas outras linhas do texto. Lembre-se: a redação tem que ter um máximo de 30 linhas e um mínimo de 07. Mas não dá para fazer uma boa redação em 7 linhas. Apresente algo que não está legal sobre o tema, o assunto proposto na redação. Faça 04 parágrafos. Apresente o problema e como ele surgiu no segundo parágrafo. Se puder, cite um autor que tenha falado algo sobre o assunto. No terceiro parágrafo, apresente possíveis soluções, dados e cite o nome de algum pensador, filósofo, escritor que tenha escrito sobre isto. No último parágrafo, retome e reforce seus argumentos, afirmando ser a melhor proposta de intervenção para solucionar o problema. Ela deve citar O QUE, ONDE, COMO, QUANDO, QUEM!

Não repita as ideias. Algumas palavras têm que ser repetidas. Cuidado! Se não sabe diferenciar MAS de MAIS, use só o MAS. DERREPENTE não existe, o certo é DE REPENTE! MEIA é para calçar, use MEIO! Exemplo: a sociedade está MEIO perdida! Atente para as locuções verbais, só o primeiro verbo flexiona, o segundo não muda! Exemplo: “Vou mudar”, “vamos mudar”, “Ele saiu correndo”, Eles saíram correndo”. Locução verbal é a união de 2 ou mais verbos. O segundo verbo terminará em R, ANDO, ENDO, INDO; ou ADO, IDO. Observe que os símbolos de medidas são escritos em letras minúsculas e não vão para o plural. Exemplos: “Perdi 05 kg”, “Ele correu 10 km”, “Ela comprou 2 l de leite”. E lembre-se: grama, com sentido de peso, é palavra masculina, portanto: “Comprei quinhentos gramas de carne”, “Quero dois gramas de ouro”!

Não se acanhe em citar a bíblia se tiver algo a ver com o assunto. Exemplo: No princípio Deus criou o homem e a mulher! Ou, Jesus ensinou a amar uns aos outros, sem distinção!

No mais, fique calmo ou calma. Lembre-se das aulas, escreva com objetividade e seja claro. Leia as redações notas mil! Não fique enrolando, vá direto ao assunto! Diga: “o problema é este! Tem que fazer isto para resolver! Se não fizer, vai acontecer isto e aquilo. Respire fundo e confie em você! Você pode! Você consegue! Seu futuro depende disto.

Boa prova!

 

Comentários

Comentário