Marabá deverá ser beneficiado com aumento do consumo de cobre no Mundo

Município de Marabá deverá ser beneficiado, nos próximos anos, com o boom do cobre, que atingiu  seu valor mais alto no mercado nos últimos quatro anos.

Com uma alta de 30% em 2017, o cobre não está sendo  tratado como um fenômeno pontual.

Há estudos em poder da Vale apontando que esse aumento do minério deverá  se manter pelo menos até 2020.

É provável que a produção do cobre do Salobo ganhe substancial aumento, com investimentos a curto prazo, consolidando, com isso, a posição de Marabá como maior produtor de cobre do país.

Há escassez do metal, principalmente depois que a China anunciou estar consumindo metade do cobre produzido em todo o mundo.

Com a expectativa de que o PIB chinês, para  2018, passe de 7,5% (em 2017 ( a economia da China  no ano passado bateu em 6,8%), aquele país  terá maior demanda de cobre para a construção e manutenção de sua rede de distribuição de eletricidade, de cabos usados em edificações, da tubulação de água e de gás e sistemas térmicos.

O cobre  é usado em carros, trens, aviões, barcos, computadores, na indústria e nas redes de banda larga.

Comentários

Comentário